Carregando...

"Deus deseja que você amadureça e desenvolva as características de Jesus Cristo, infelizmente muitas pessoas envelhecem mas nunca crescem na fé, estão sempre na mesma, simplesmente porque nunca pretendem crescer, pois têm medo de se comprometer com qualquer coisa, não valorizam a vida que Cristo conquistou para elas. Decida ser mais como Cristo, busque, persista, esforce-se para não perder o céu que foi conquistado para você. Tenha uma quinta-feira para renunciar ao mundo e estar aberto a vida!" -

CHAMADOS A VIVER A VONTADE DE DEUS
10 A 16/08/2020

1º passo = Encontro
(acolhida) | 10 min

(Cafezinho, se houver. Também pode ser oferecido no final da reunião). Quebra-gelo: Escolha no seu livro, um quebra-gelo ideal para sua célula.

2º passo = Exaltação
15 min.

(As músicas devem corresponder ao louvor e à adoração)

Louvor

1) à escolha
2) à escolha

3º passo = Edificação
(ensino) 40 min
Leitura:
Lc 22,39-46
Salmo:
Salmo: 34, 1-11

Em toda a nossa história da Salvação Deus chamou muitos homens e mulheres para uma missão específica. Noé, Abraão, Moisés, Ester e especialmente, Maria, para ser a mãe de nosso Salvador, assim como continua chamando pessoas até nossos dias (por exemplo os nossos padres, diáconos, religiosos e religiosas). E dos que chama, muitos ou todos passaram por momentos difíceis no cumprimento desta missão, mas todos (as) procuraram fazer a vontade de Deus.

A Bíblia (Palavra de Deus escrita) narra este verdadeiro “investimento” da parte de Deus para nos salvar e está repleta de belíssimas narrativas de homens e mulheres que fizeram a vontade de Deus mesmo em meio a tantas adversidades, assim como agora estamos vivendo. . José do Egito tinha tudo para se revoltar contra Deus: foi traído e vendido como escravo pelos próprios irmãos e já de grande confiança de seu Faraó foi caluniado e preso. Mas como sempre procurou fazer a vontade de Deus, “O Senhor estava com José e tudo lhe prosperava” (Gn 39,2). Esta linda e verídica história repleta de emoções termina com o perdão de José para com seus irmãos. Juntos viveram com seu pai Jacó e as suas palavras aos seus irmãos, que lhe pediram perdão, foram estas: “É verdade que vocês planejaram aquela maldade contra mim, mas Deus mudou o mal em bem para fazer o que hoje estamos vendo, isto é, salvar a vida de muita gente” (Gn 50,20). Assim também podemos afirmar que deste mal que estamos passando (que não é da vontade de Deus) podemos tirar bens ainda maiores , como afirma Santo Agostinho: “Deus nunca permite um mal, sendo que deste mal não possa tirar bens ainda maiores”

Podemos entender a vontade de Deus em diversos níveis, mas especialmente:

1) Vontade universal de Deus: Somos todos filhos e filhas de Deus, independente de raça, cor e religião, Deus ama a todos indistintamente, por isso tem uma vontade, um sentimento e um trabalho para nos salvar: “Ele quer que todos sejam salvos e venham conhecer a verdade. Pois existe um só Deus e uma só pessoa que O une com os seres humanos – o ser humano Cristo Jesus, que deu a sua vida para que todos fiquem livres de seus pecados. Esta foi a prova, dada no tempo certo, de que Deus quer que todos sejam salvos” (1Tm 2,4-6). Por isso se evangeliza, por isso existem missões, por isso se anuncia o nome de Jesus em toda a terra, por isso testemunhamos.

2) Vontade de Deus no estado de vida em que nos encontramos: Seja o padre, leigo e leiga casados, solteiros, cidadãos, membros de comunidades, de células, trabalhamos, estudamos, vivemos em diversas situações onde em cada uma delas a vontade de Deus se faz clara na Sua Palavra e/ou na doutrina da Igreja. Assim nos perguntamos: qual é a vontade de Deus para o padre? A Igreja já determina que o papel do padre é pastorear o povo de Deus, anunciar a Sua Palavra e administrar os Sacramentos. Portanto se o padre fizer isto bem feito, ele cumprirá a vontade de Deus e assim para cada estado de vida em que você se encontrar, Deus já especificará qual é a sua vontade.

Mas como já tratamos aqui em alguns roteiros, Deus pode falar com você de maneira muito particular, além de falar através da Sua Palavra escrita, através dos acontecimentos, através da Igreja e na sua oração pessoal.

São João Paulo II, quando Papa, nos presenteou entre muitos documentos com a Exortação Apostólica “CHRISTIFIDELIS LAICI” sobre a “Vocação e Missão dos Leigos na Igreja e no Mundo” e no número 58 deste rico pronunciamento, nos orienta como descobrir a vontade de Deus para as nossas vidas. O TEXTO É RICO E MERECE ATENÇÃO DE TODOS QUE QUEREM MERGULHAR NA BUSCA DA VONTADE DE DEUS.

“Deus na eternidade, pensou em nós e amou-nos como pessoas únicas e irrepetíveis, chamando cada um pelo próprio nome, como o bom pastor que ´chama pelo nome as suas ovelhas´ (Jo 10,3). Mas, o plano de Deus só se revela a cada um de nós na evolução histórica da nossa vida e das suas situações, e, portanto, só gradualmente: num certo sentido, dia a dia.

 Para descobrir a vontade concreta do Senhor sobre a nossa vida, são sempre indispensáveis:
 1) A escuta pronta e dócil da palavra de Deus e da Igreja;  
2) Oração filial e constante; 
3) Uma sábia e amorosa direção espiritual;  
4) A leitura, feita na fé, dos dons e dos talentos recebidos, bem como das diversas situações sociais e históricas em que nos encontramos.”   

E a leitura de hoje também tem muito a nos ensinar:
1. Sempre buscar Deus e Sua vontade na oração (V-39): Jesus tinha o costume de se retirar para orar; 
2. Orar para que seja a vontade de Deus e não a sua (V-42); 
3. Deus sempre vai te confortar ou confirmar de alguma maneira, assim como Jesus enviou um anjo para confortá-lo; 
4. Seja corajoso(a), uma vez que orou eentregou a Deus, vá à luta, caminhe, não fique parado se lamentando ou esperando sentado a vontade de Deus (V-46). Jesus levantou-se e foi continuar sua missão;

Perguntas

1) Já sei qual é a vontade de Deus para a minha vida? 

2) Sei o meu lugar na Igreja?

4º PASSO = EVANGELIZAÇÃO

Nesta etapa da célula é muito importante recordar que cada membro é um discípulo e missionário, conforme a nossa “visão celular” e que devemos ao longo da semana evangelizar nas mais diversas formas que existe para se evangelizar, especialmente através do testemunho e com os seus Oikos.

5º PASSO = ENTREGA (Oração) | 10 minutos

(orar pelas necessidades da Igreja, da célula, de seus membros e de pedidos apresentados na hora da oração). A sequência então será esta: meditar, estudar melhor e procurar viver durante a semana o tema proposto. Assim, você terá uma semana para assimilar melhor o conteúdo do roteiro e poder partilhar sobre suas experiências na próxima célula.

Entrega

MEDITAÇÃO: Deus que , sempre se comunicou com Seus filhos e nos fala em sua linguagem especial e própria, assim como se revelou como narra a Sagrada Escritura, quer se revelar a você de maneira particular, mas é preciso se colocar em Sua presença e escutá-Lo. Tire tempo e busque se orientar nos itens que São João Paulo II nos mostra.

VIVÊNCIA: Nesta semana você poderia colocar-se na presença de Deus e confirmar Seu chamado a viver a Sua vontade em sua célula.

DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL, FAMILIAR, PROFISSIONAL E SUA CÉLULA!


Estudos Anteriores

Colaboradores da evangelização pela comunicação