ENSINA-NOS SENHOR, A DEDICAR TEMPO
SILÊNCIO E ATENÇÃO À ESCUTA DA VOSSA PALAVRA

Semana da Familia 18 Banner site

Saiba Mais

Mensagem do Dia - 16/08/2018

Reflita sobre sua vida, suas conquistas e fracassos, perceba que Deus está presente em cada momento de nossas vidas, cuidando da estrada e preparando o futuro. Que você possa entregar sua vida a Deus nessa quinta-feira!

Ação de Graças pelo padre Thiago

ipes 727 site10

Na terça-feira, 21/08, teremos uma Missa em Ação de Graças pela vida do padre Thiago Domiciano Dias, que está de partida para um período de estudos na Itália. Venha louvar a Deus pela vida desse sacerdote que dedicou seus últimos meses como vigário paroquial em nossa comunidade.

Adoração das Células - 18/08

ipes 727 site9

No próximo sábado, 18/08, acontece a Adoração ao Santíssimo Sacramento pelas Redes Celulares, no Santuário de Adoração. Confira a escala, combine com sua célula e venha adorar ao Senhor.


#paróquiaespíritosanto #adoraçãodascélulas #paróquiaemcélulas #católicosemcélulas

Seleção de atores para teatro

ipes 726 site 14
Na preparação para a apresentação do teatro Paixão de Cristo 2019, estão abertas as inscrições para quem tem interesse em atuar ou trabalhar na produção. As inscrições podem ser feitas até o dia 31/08 por meio do formulário disponível no nosso site e redes sociais. Mais informações com a coordenação pelo telefone (12) 9-8154-5446.

#paróquiaespíritosanto #seleçãodeatores #teatro #paixãodecristo

Emunah

revista67 site02
SEMANA DO SOCORRO PROFISSIONAL REÚNE MILHARES DE FIÉIS EM ORAÇÃO E ATIVIDADES PRÁTICAS CONTRA A CRISE ECONÔMICA E O DESEMPREGO

A palavra hebraica “Emunah”, que significa “Deus vem em nosso auxílio”, expressa o real objetivo da Semana do Socorro Profissional, que aconteceu de 16 a 22 de julho na Paróquia Espírito Santo. Com a colaboração dos padres convidados Ailton Fernandes, Silvio de Barros e José Maria, além de nosso pároco padre Luis Fernando Soares, os participantes puderam, através de missas plenas de orações e clamores, pedir a Deus auxílio para enfrentar esse momento de crise econômica e desemprego, pela qual passa o Brasil.
Com quase 14 milhões de pessoas desempregadas (dados do IBGE de 2017) o Brasil é hoje um dos países com maior índice de desemprego do mundo (13%) ficando, por exemplo, bem a frente de vizinhos como Argentina (7,2%), Chile (6,7%) e Peru (6,6%). Só em São José dos Campos, no período de maio de 2017 a abril de 2018, foram fechados 1.300 postos de trabalho (dados do CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados).
“Foi muita sensibilidade, verdadeira inspiração do Espírito Santo a ideia de se montar essa semana para ajudar as pessoas a passarem por esse momento tão peculiar. A fé e as orações fazem com que não foquemos no problema, mas sim na ajuda que vem do alto”, comenta o médico Mário Silveira Martins, 63 anos, morador de Jacareí e frequentador da PES. Um dos momentos marcantes foi a volta do Santíssimo, ao final da missa de segunda-feira (16) com o padre Ailton Fernandes, da paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Santo Amaro/SP. “Eu não esperava, mas Jesus veio até mim e naquele momento eu senti uma paz e um alívio no meu coração que jamais eu havia sentido. Foi uma cura!”, conta a empresária Maria Aparecida Bueno, 47 anos, depois de ter sido tocada pelo ostensório e repousar no Espírito.
O padre Silvio de Barros, da paróquia Nossa Senhora de Fátima, do Rio de Janeiro, que presidiu as celebrações de terça a sexta-feira, promoveu orações de libertação específicas para homens e mulheres e também bênçãos de sacramentais como a água, o sal, o óleo e a vela que, segundo ele são instrumentos na luta contra as investidas do mal e sinais de Deus para as famílias. Nas homilias, sempre muito bem-humoradas, deixou roteiros e dicas práticas de como ser um verdadeiro cristão em ambientes de trabalho nocivos e de como vencer o desânimo e a “ação do maligno” diante das dificuldades. “Não devemos nunca ser cristão água de salsicha, ou seja, sem gosto, sem graça... Nossa missão é ser luz e Sal da Terra em todos os lugares, principalmente em nossos trabalhos que é onde ficamos o maior tempo. Se ficar difícil grite Emunah, Emunah e Ele sempre virá te socorrer”.
No sábado (21), o padre José Maria, da Comunidade Providência Santíssima, que passou pela PES em 2017 e hoje está na paróquia Santa Luzia, presidiu a celebração com uma homilia voltada ao reforço na fé e no amor de Deus pela humanidade. Visivelmente emocionado, partilhou com a comunidade momentos de testemunho pessoal e conduziu orações ao Espírito Santo. “Gente, a humanidade é injusta, o mundo é injusto, mas Deus está sempre conosco e não nos abandona nunca. Coloque suas vidas nas mãos Dele e certamente algo bom acontecerá”. A Semana foi encerrada no domingo (22) com a missa celebrada pelo padre Luis Fernando que deixou uma mensagem de esperança e fé, centrada no fenômeno da chamada metanoia (mudança de pensamento e/ou caráter, transformação espiritual). Segundo explicou em sua homilia, o modo como a pessoa pensa e dirige seus pensamentos é que vai determinar seu sucesso ou seu fracasso. “A vontade de Deus para nós sempre é boa, é agradável e traz vitória, então temos que sincronizar nossos pensamentos com a vontade Dele, só assim vamos conseguir tudo aquilo que necessitamos. Temos que passar por uma verdadeira conversão, com a verdadeira mudança de pensamento”.

Feira de Capacitação e Empreendedorismo
“Ora e Labora” (Ore e Trabalhe). Levando em conta essa frase que ganhou fama com os ensinamentos de São Bento, podemos concluir que rezar é bom, mas Deus espera que também façamos as coisas práticas, que nos esforcemos e que trabalhemos em prol daquilo que precisamos. A Feira de Capacitação e Empreendedorismo, que aconteceu no sábado (21), durante o dia todo na paróquia, reuniu várias agências de empregos, profissionais e entidades de ensino, para oferecer à comunidade, vagas de trabalho, coleta de currículos, bolsa de estudos, palestras, workshops e orientações gerais voltadas à recolocação no mercado de trabalho. No pátio, foram colocados painéis expondo mais de 250 vagas disponíveis para diversas áreas de atuação.
Desempregado há onze meses, o assistente administrativo Nazito da Costa Bueno, 45 anos, foi um dos que aproveitaram a oferta para se cadastrar e tentar um processo seletivo. “Sou casado e pai de família. Não está fácil, pois hoje somente minha esposa está trabalhando. Mas, não perco a esperança e sei que logo Deus vai abrir uma porta”. A analista de RH, Aline Cursino, 44 anos, de Jacareí, desempregada há seis meses, tomou conhecimento da Semana do Socorro Profissional pelas redes sociais, veio participar das missas e aproveitou para se beneficiar da Feira. “Achei várias vagas que se encaixam no meu perfil. Foi enviar meu currículo e se Deus quiser, retornar ao mercado de trabalho”. O estudante de administração, Jean Lucas Bertran, 22 anos, desempregado há nove meses, participou da palestra sobre Inteligência Emocional, ministrada pela profissional de RH, Aline de França. Segundo ele, participar da palestra foi “revelador” e lhe ajudou a ter uma consciência maior sobre si mesmo. “Aprendi a controlar o nervosismo e ansiedade que podem me atrapalhar muito no trabalho”.
Trabalhando, mas em uma empresa que passa hoje por muitas dificuldades financeiras, o técnico mecânico Márcio Rodolfo de Oliveira, 39 anos, participou da palestra a fim de melhorar seus conhecimentos e abrir portas para novas oportunidades. “Sou muito técnico e analítico. Saber mais sobre Inteligência Emocional me fez ter uma outra visão sobre os relacionamentos no trabalho e como utilizá-lo de forma mais produtiva”.

#paróquiaespíritosanto #semanadosocorroprofissional

Vocação

revista67 site01

Às portas de começar o mês vocacional, a Revista PES de Cristo propõe reflexões sobre o tema “vocação”. Quais os mitos que envolvem esse assunto? Ela é hereditária? As pessoas podem ter quantas vocações? É possível viver sem jamais descobri-la?

Vocação: qual a sua missão nesse mundo?

AGOSTO É OPORTUNIDADE DE REZAR PARA QUE NÃO FALTEM VOCAÇÕES NAS COMUNIDADES

A atriz Fernanda Montenegro certa vez, em uma entrevista à TV, disse: “Se você exerce a sua vocação, metade da sua vida está resolvida”. Vocação – palavra de origem latina que significa chamado – é o conjunto de habilidades e aptidões a determinadas áreas. A definição é simples, mas descobrir qual sua missão neste mundo é uma tarefa bastante complexa; e depois de descobri-la, buscar meios para exercitá-la é outro desafio. Por conta disso – viver a vocação pressupõe atitude e resiliência - não é exagero afirmar que muitas pessoas passam a vida inteira e não descobrem a razão de sua existência ou preferem nem se questionar a respeito.
A psicóloga Rosângela Stussi, voluntária na Obra Social Nossa Senhora de Fátima, ligada à Paróquia Espírito Santo, destaca que vocação e autoconhecimento caminham juntos: “quanto mais uma pessoa se conhece, sabe de suas habilidades, pontos fortes e fragilidades, mais facilidade terá em realizar suas escolhas vocacionais”. Por isso, o primeiro passo é se observar.
Um jovem, que tem dúvida quanto à vocação profissional, pode começar anotando as coisas que gosta de fazer, como aproveita o tempo livre, os passeios preferidos, tipos de séries que assiste e assim pesquisar profissões relacionadas com essas preferências. “Há outros ´mitos´ muito comuns quando o assunto é vocação. Bastante gente acredita que a vocação é hereditária. Mas ela não é. Não é porque o pai é Engenheiro que o filho também obrigatoriamente deve ser. Fatores externos, como cultura, ambiente familiar e amizades, podem pesar na hora de tomar uma decisão”, comenta. Existe um certo preconceito com pessoas que fazem diversas atividades ao mesmo tempo: “você poderá ser taxado de desencontrado (a). Mas fique tranquilo, nós somos seres múltiplos, com muitos dons. Isso é uma riqueza do ser humano”. “Outro ponto importante é com relação à idade. Cada vez mais cedo, os jovens precisam realizar escolhas difíceis. Os pais têm que dialogar com seus filhos, com paciência e compreensão, para auxiliá-los nesse processo”, sugere Rosangela. “Vocação não é destino; ela depende do que você faz na vida. Por isso, a melhor maneira de descobrir o que cada um sabe e gosta de fazer ainda é por tentativa e erro – experimentar várias coisas e ver o que dá certo. Nossos interesses tendem a apontar para as habilidades naturais que temos, mas nem sempre isso acontece”, finaliza a psicóloga.

Mês Vocacional: refletir e rezar pelas vocações O Mês Vocacional, celebrado em agosto, foi instituído para conscientizar os católicos sobre a importância das vocações na Igreja. Durante esse período, são comemorados os dias do padre, da família, dos religiosos, dos leigos e dos catequistas. “Com o objetivo de despertar toda a Igreja para a sua corresponsabilidade, em 1970, ocorreu a primeira experiência do mês vocacional no Brasil num período de crise das vocações, especialmente as consagradas”, comentam o casal Nilson e Veronica Menezes, coordenadores da Pastoral Vocacional na Paróquia Espírito Santo há dois anos.

Vocações Ordenadas O primeiro final de semana de agosto é dedicado às vocações ordenadas. Diáconos, padres e bispos, ocupam lugares especiais na comunidade, por serem considerados “pastores da Igreja”. Em todo o país, segundo dados da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), existem 22 mil padres ordenados para administrar as mais de 10 mil paróquias brasileiras. Além da oração pelo aumento do número de sacerdotes, a Pastoral Vocacional encaminha jovens, que sentem apreço pela vida consagrada, para o Seminário Diocesano. A formação de um padre, na Diocese de São José dos Campos, demora nove anos. “No primeiro ano o jovem ingressante reside num seminário a parte, chamado Propedêutico. Depois, ele passa a cursar Filosofia – que tem duração de três anos - , e mora na Residência Padre Rodolfo Komorek, em Taubaté. Por fim, ele inicia os estudos de Teologia no Seminário Santa Teresinha do Menino Jesus e conclui em quatro anos. Após esse período, o candidato ao sacerdócio tem um período de estágio pastoral, a ordenação diaconal e a presbiteral em seguida”, destacam Nilson e Veronica. O jovem Alex Siqueira, da Paróquia Espírito Santo, sentiu esse desejo. Ele começou sua preparação esse ano e está morando no Seminário Propedêutico com outros seis rapazes. “No final de uma Missa deram um aviso sobre o encontro vocacional e foi assim, meio por acaso, que comecei a fazer um discernimento. Entrei no grupo de acólitos, me aproximei da vida da comunidade, o que facilitou essa escolha”, conta.

Vocação Familiar Viver em família também é uma vocação. Embora o casamento seja tido como “caminho comum” entre as escolhas humanas, a Igreja entende que é preciso compromisso e discernimento para tomar essa decisão. Para a Pastoral Vocacional “na sociedade atual, marcada pelas mudanças de época e pela constante sobreposição de valores, pensar na família tem grande importância. O tempo que se dedica aos filhos depois do trabalho, as conversas em irmãos aos finais de semana, os passeios e momentos de lazer e a reza do terço em família, são práticas saudáveis e exercícios desse chamado”. No segundo domingo do mês, junto com a celebração do Dia dos Pais, a Igreja dá início à Semana Nacional da Família, que este ano vai acontecer entre 12 e 18 de agosto. Todas as Paróquias possuem uma programação especial para essa data, inclusive a Paróquia Espírito Santo. O pano de fundo das reflexões é “O Evangelho da Família, alegria para o mundo”, mesmo tema do IX Encontro Mundial das Famílias com o Papa Francisco, que acontece em Dublim, Irlanda, em agosto. “ Motivados pelo tema do IX Encontro Mundial das Famílias, queremos, juntos com o Papa, nos empenhar para anunciarmos o Evangelho da Família que deve ser a alegria para o mundo”, diz nota publicada pela CNBB.

Vocação Religiosa “Os consagrados são homens e mulheres que podem acordar o mundo. A vida consagrada é uma profecia. Profecia no sentido de transformar todas as realidades estéreis e áridas sob o olhar fecundo e terno de Deus”. A frase dita pelo Papa Francisco na abertura do Ano da Vida Consagrada, ocorrido em 2015, destaca o sentido da vocação religiosa. Os religiosos fazem votos de pobreza, castidade e obediência, e podem residir em comunidades, famílias ou individualmente. Na Diocese de São José dos Campos estão presentes congregações como salesianos, dehonianos (Coração de Jesus), carmelitas, franciscanos, servitas, verbitas, entre outros.

Vocação do Leigo e do Catequista Leigos são as pessoas que atuam na comunidade. A Paróquia Espírito Santo conta com mais de 50 grupos, entre redes celulares, pastorais e movimentos, protagonizados por “leigos” e a Pastoral Vocacional é um deles. Criada há 25 anos, junto com a instalação da Paróquia, a Pastoral existe para auxiliar jovens e adultos em suas escolhas vocacionais. “Não é somente indicar meninos para o seminário ou meninas para os conventos”, esclarece o casal coordenador. Entre as atividades desempenhadas pela equipe, está o Terço pelas Vocações, rezado mensalmente, a promoção de encontros como “Despertar”, em que os participantes conhecem de forma mais aprofundada as vocações existentes na Igreja e o “Teste de Dons”, com palestra e aplicação de testes para identificação de perfis. Quem quiser saber mais sobre esse trabalho, pode entrar em contato pelo e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..">O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

“O propósito da vida é descobrir sua vocação. O sentido da vida é doá-la.” (David Viscott)

“3 coisas são importantes para quem quer descobrir sua vocação: escutar, discernir e viver” (Papa Francisco)

“A melhor escolha é sempre aquela que é realizada de modo consciente, levando em conta as informações sobre si e sobre o mundo à sua volta. A segurança com a escolha é o único caminho possível capaz de evitar frustações futuras” (Mário Sérgio Cortella)

#paróquiaespíritosanto #vocação

Cada casa, uma célula que cresce e se multiplica; cada membro, um discípulo e missionário de Jesus Cristo.

Missas

2ª feira | 7h (Celebração) e 19h30 (Missa)
3ª feira | 7h | 19h30
4ª feira | 7h | 19h30 (Igreja)
5ª feira | 7h | 12h15 | 19h30
6ª feira | 7h | 15h15 | 19h30
Sábado | 19h (Igreja e CP4)
Domingo | 7h30 | 10h | 12h |
17h30 | 19h30

Confissões

3ª feira | 17h30
4ª feira | 9h30
5ª feira | 9h30
6ª feira | 9h30
Sábado | 10h


Programação de 13 a 19/08/2018

 

(12) 3931-2959


Avenida Cassiopéia, 461
Jardim Satélite, São José dos Campos/SP
12230-011


 Regiao Pastoral V Banner site