ENSINA-NOS SENHOR, A DEDICAR TEMPO
SILÊNCIO E ATENÇÃO À ESCUTA DA VOSSA PALAVRA

Não estamos órfãos | 05 a 11/06/2017

Tema: Não estamos órfãos

Salmo: Sl 51 (NTLH)
Leitura: At 2,1-24       


Ouça o estudo da semana

Quando Jesus se prepara para voltar para a casa do Pai, reúne os seus, funda a sua Igreja e anuncia a vinda de uma “outra pessoa” que Ele enviará para ficar em seu lugar. Esta outra pessoa, seria um outro consolador, sim, porque Ele estava com eles e naquele momento Ele, Jesus, era esta pessoa que os consolava, ensinava, os preparava para continuarem sua obra. “Quando disse que iria, a tristeza encheu os seus corações, mas convém que eu vá, porque se eu não for, o Paráclito não vira a vós, mas se eu for, eu vo-lo enviarei” (Jo 16,5-7).

O Espírito Santo veio conforme narrativa dos Atos dos Apóstolos e inaugura, sela, marca a Igreja. NÃO ESTAMOS ÓRFÃOS, como nos disse o Senhor em Jo 14,18. A vinda do Espírito Santo nos proporcionou:

  1. INAUGURAÇÃO DA IGREJA: Como nos afirma o nosso catecismo “No dia de Pentecostes pela efusão do espírito, a Igreja é manifestada ao mundo, o dom do Espírito Santo inaugura um tempo novo na ´dispensação dos mistérios´: o tempo da Igreja” (CIC). A Igreja que somos todos nós (hierarquia e leigos) é continuadora da obra de Cristo. Ela não é somente uma instituição humana. Ela tem uma alma que é o Espirito Santo, que a mantém viva, orienta, inspira nos caminhos da continuação do anúncio da Boa Nova de Jesus.

 

  1. FORÇA PARA EVANGELIZAR: Pedro, de simples pescador que chegou a trair Jesus três vezes, depois da vinda de Pentecostes e ter recebido o batismo no Espírito, transformou-se; de medroso e inseguro toma a palavra, prega com coragem e destemor, anuncia a Salvação em Cristo Jesus, trazendo somente naquele dia cerca de três mil pessoas para Jesus (At 2,40-41).
  1. CONVENCIMENTO SOBRE O NOSSO PECADO E NOS RECORDA JESUS: “É o Paráclito, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, ensinar-vos-á todas as coisas e vos recordará tudo o que vos tenho dito” (Jo 14,26). Mais adiante nosso Senhor nos fala ainda que o Espírito Santo nos convencerá sobre o nosso próprio pecado (Jo 16,9-10) e Ele nos fala em nosso coração (sede de nossos sentimentos) e especialmente em nossa consciência (sede de nosso saber). Ele nos mostra claramente quando estamos pecando, não nos condenando, mas com amor, próprio de sua natureza amorosa e consoladora.

 

  1. CAPACITAÇÃO COM SEUS DONS PARA O SERVIÇO DA EVANGELIZAÇÃO E O CRESCIMENTO DA COMUNIDADE: o Espírito Santo consolador, sendo Espírito, não o vemos com nossos olhos, mas vemos suas ações e frutos, orienta, anima a Igreja e nos presenteia com “dons”, “ferramentas” para o serviço: “A cada um é dada a manifestação do Espírito para proveito comum” (1Cor 12,4-11) e o apóstolo Paulo enumera estes dons: fé, sabedoria, ciência, curas, milagres, profecias, discernimento dos espíritos, línguas, interpretação das línguas e ainda na carta aos Romanos enumera mais dons, sempre tendo em vista o bem comum: ensino, exortação, serviço, distribuir ajudas, liderança, entre outros.

O Espírito Santo, que está presente na sua Igreja desde Pentecostes até hoje e ficará conosco até a volta gloriosa de Jesus, é rico na distribuição de seus dons: “O Espírito Santo, sendo único, com uma maneira de ser e indivisível, distribui a graça a cada um conforme lhe apraz... O Espírito tem um só e mesmo modo de ser; mas por vontade de Deus e pelos méritos de Cristo, produz efeitos diversos” (São Cirilo de Jerusalém).

 

Perguntas:
1) Qual a missão do Espírito Santo?
2) Como age o Espírito Santo?


AVISO:

EMPRESÁRIOS (COMERCIANTES, PRESTADORES DE SERVIÇOS, PROFISSIONAIS LIBERAIS, AUTÔNOMOS) QUE PARTICIPAM DE CÉLULAS: por ocasião de nosso I Congresso Paroquial Católicos em Células estamos oferecendo aos irmãos e irmãs empresários (as) a oportunidade de divulgar seu produto ou serviço durante todo o congresso e tornar sua empresa conhecida para os nossos próprios membros de células. Como será isto?

  1. Sua marca ser exposta durante o congresso com um banner;
  2. Sua marca impressa na apostila com todo o conteúdo do congresso;
  3. Sua marca sendo citada durante todo o congresso.

UMA ÓTIMA OPORTUNIDADE DE DIVULGAR SEU NEGÓCIO ENTRE OS MEMBROS DE NOSSAS CÉLULAS.
Mais informações na Secretaria de Células.

4º Passo= Evangelização

5º Passo= Entrega (Oração) | 10 minutos

  1. Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  2. Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  3. Orar por todas as pastorais e movimentos;
  4. Pelos encontros de formação de líderes;
  5. Orar pelo padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  6. Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  7. Por todo trabalho de células;
  8. Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  9. Orar pelos aniversariantes do mês;
  10. Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
  11. Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.

VENI CREATOR SPIRITUS

“VINDE ESPÍRITO CRIADOR, A NOSSA ALMA VISITAI! E ENCHEI OS CORAÇÕES COM VOSSOS DONS CELESTIAIS. VÓS SOIS CHAMADO O INTERCESSOR DE DEUS EXCELSO DOM SEM PAR, A FONTE VIVA, O FOGO, O AMOR, A UNÇÃO DIVINA E SALUTAR. SOIS O DOADOR DOS SETE DONS E SOIS PODER NA MÃO DO PAI, POR ELE PROMETIDO A NÓS, POR NÓS SEUS FEITOS PROCLAMAI. A NOSSA MENTE ILUMINAI, OS CORAÇÕES ENCHEI DE AMOR, NOSSA FRAQUEZA ENCORAJAI, QUAL FORÇA ETERNA E PROTETOR. NOSSO INIMIGO REPELI, E CONCEDEI A VOSSA PAZ, SE PELA GRAÇA NOS GUIAIS, O MAL DEIXAMOS PARA TRÁS. AO PAI E AO FILHO SALVADOR, POR VÓS POSSAMOS CONHECER QUE PROCEDEIS DE SEU AMOR, FAZEI-NOS SEMPRE FIRMES CRER. AMÉM!

 

DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL, SUA SEMANA, SUA FAMÍLIA, SUA REDE E SUA CÉLULA.

I Congresso Paroquial Católicos em Células

Saiba mais

Convocação

I Congresso Paroquial Católicos em Células

24 e 25 de junho, no auditório do Espaço Vida

“Fortalecendo líderes para o presente e o futuro das células”

Quando olhamos a história de nossa paróquia e a implantação do sistema de evangelização em células, podemos dizer como o juiz e profeta Samuel: “até aqui o Senhor Deus nos ajudou”. (1 Sm 7,12).

Já se passaram muitos anos e graças à mão de Deus nesta obra, a ação do Espírito Santo e o trabalho incansável de centenas de pessoas que abraçaram esta causa, hoje temos motivos de sobra para agradecer a Deus por todas as nossas células, suas redes, o ministério de formação, a Comunidade Discipular, todos frutos da vivência em células na paróquia. As conversões acontecem frequentemente e em todos os níveis: pessoal, familiar, testemunhos de vivência em células, de ajuda mútua a um irmão (a) e muito especialmente o testemunho de evangelização Oikós, membros evangelizando os seus mais próximos.

Até aqui o Senhor nos ajudou!

Mas é preciso avançar muito mais, em direção à nossa visão celular: “em cada casa uma célula que cresce e se multiplica. Cada membro um discípulo e missionário de Jesus Cristo”. Este primeiro congresso será um marco em nossa paróquia, um divisor de águas, um forte momento para louvarmos a Deus e agradecê-lo por termos chegado até aqui, pedir forças para continuarmos adiante com esta missão e nos capacitarmos para bem colaborar com a graça de Deus. “A graça supõe a natureza”, diz Santo Tomás de Aquino.

Para que esta obra continue a prosperar, crescer e se multiplicar é preciso que todos assumam, que a abracem. Por isto estamos convocando para este Congresso você líder e auxiliar de célula, supervisor, anfitrião (a), coordenador (a) de rede e também você que se sente chamado a ser um discípulo e missionário de Jesus Cristo, mesmo que não esteja à frente como líder de uma célula.

Este congresso será uma grande oportunidade para crescermos, nos alimentarmos e nos fortalecermos para continuar esta obra de Deus.

Aproveito para, desde já agradecer a cada um que já está trabalhando, se esforçando em favor deste congresso e parabenizar a todos que estão economizando e realizando eventos para poderem participar de nosso I Congresso Paroquial Católicos em Células.

Estamos em meio à Semana de Pentecostes, aproveito para pedir ao Espírito Santo que fortaleça e ilumine, você com sua família e sua célula.

Amém!

Padre Luís Fernando Soares

“Ser discípulo e missionário” (segunda parte) | 22 a 28/05/2017

Tema: “Ser discípulo e missionário” (segunda parte)

Salmo: Sl 92 (NTLH)
Leitura: Ex 3,1-15       


(continuação do estudo anterior)

Como já vimos nos últimos roteiros, fazer a visão celular acontecer exige de nós muito amor, querer e trabalho, em especial o ser discípulo e missionário de Jesus Cristo. Ao assumirmos essa segunda parte de nossa visão é que levaremos à concretização da primeira parte: “em cada casa uma célula que cresce e se multiplica”.

No entanto, é necessário que afastemos algumas “síndromes”, espécies de “doenças” que atrapalham o desenvolvimento, crescimento e multiplicação de nossas células. Vimos duas delas na semana passada: o medo de que, ao entrar mais pessoas em minha célula, atrapalhe a convivência fraterna, como na transfiguração ("está bom aqui, Senhor), é um certo comodismo, ainda que inconsciente; e também o achar que, por não saber falar, irá atrapalhar no convite para que mais membros entrem na célula (“ah, Senhor eu não sei falar”, disse Moisés). Mas a ordem e mandato do Senhor é “Levantem” (Mt 17,1-8) e “Eu estarei contigo” (Ex 3,12).

Hoje vamos comentar mais dois males que também atrapalham a expansão de nossas células:

3) Sou muito ocupado (a), tenho muitos compromissos na Igreja (Síndrome de Marta): “Marta, Marta, andas muito ocupada e te preocupas com muitas coisas” (Lc 10,38-42). O Papa Francisco em uma audiência à Cúria Romana chamou isto de “martalismo”, exatamente para alertar sobre o risco de se assumir muitas coisas, excesso de trabalho. São Francisco de Assis dizia aos seus frades: “façam poucas coisas, mas as façam bem”.
Todo apostolado na Igreja é bom, claro, mas por vezes assumimos tanta coisa que acabamos fazendo tudo pela metade ou sem o devido zelo e qualidade merecida. Quando não, deixamos faltar tempo até para nossa família, que é a nossa primeira e principal célula. Mas o que deixa muita preocupação é que, por este excesso de trabalho, por mais louvável que seja, não separemos tempo para a evangelização relacional, a evangelização Oikós, ou seja, não reservamos tempo para cumprirmos nossa missão de discípulos e missionários de nossas células.
O remédio para este mal é assumir as palavras de Jesus: “uma só coisa te é necessária”. Não significa que devamos fazer só uma coisa na Igreja, mas quando Jesus disse isto a Marta ele quis dizer que aquela correria e agitação em que ela se encontrava, poderia ser diminuída e ela ficar mais tempo na Sua presença.    

4) Se minha célula crescer, vai se dividir (Síndrome da infertilidade): medo de “perder” os membros, os filhos (as), irmãos (as). A consequência é que enterramos nossos talentos semelhante àquele personagem da parábola (Mt 25,14-27) e não nos desenvolvemos como pessoas e nem como missionários. As células de nosso corpo se multiplicam constantemente para o nosso bem, pela sua renovação. Quanto mais se multiplica, mais se renovam e crescem mantendo o corpo sempre saudável. Para superar este medo de perder membros e acabar com esta síndrome da infertilidade, o remédio é assumirmos o primeiro mandato que o Senhor Deus nos dá no início da humanidade “Crescei e multiplicai” (Gn 1, 28) e o mandato missionário do Senhor Jesus “Vão a todos os povos e façam com que sejam meus discípulos” (Mt 28,19).

Sabemos que existe hoje uma carência muito grande de lugares onde se vive de fato a palavra de Deus, onde se vive em comunidade. Nossas células são estes lugares. Elas podem ser o sinal visível e testemunhal de que aquelas virtudes vividas pelos primeiros cristãos podem ser vividas em nossos dias: “vejam como eles se amam” (At 2,42). Além disto existem ainda milhares de pessoas que precisam ser evangelizadas. Os membros de células são estes discípulos e missionários que podem realizar este mandato do Senhor: “vão e façam discípulos...” (Mt 28,19).

 

Perguntas:
1) Quais as quatro síndromes que atrapalham o crescimento de uma célula? 
2) Quais os remédios para curá-las? 

oikos estudo


AVISO:

  1. Já estão disponíveis na Secretaria Paroquial as fichas de inscrição para o I Congresso Paroquial Católicos em Células, nos dias 24 e 25 de junho, no Espaço Vida (Paróquia Espírito Santo), por um investimento de R$ 40. O evento é destinado a coordenadores, supervisores, líderes, auxiliares, anfitriões e para todo aquele (a) que se sente chamado a crescer na arte da liderança.
  2. Parabéns aos 150 participantes do Retiro Vida Plena, promovido pela Formação de Líderes, no último final e semana. Deus continue abençoando e que o Espírito Santo os presenteie com o dom da perseverança. Deus abençoe e recompense a toda equipe de Formação pelo trabalho.  

4º Passo= Evangelização

5º Passo= Entrega (Oração) | 10 minutos

  1. Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  2. Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  3. Orar por todas as pastorais e movimentos;
  4. Pelos encontros de formação de líderes;
  5. Orar pelo padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  6. Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  7. Por todo trabalho de células;
  8. Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  9. Orar pelos aniversariantes do mês;
  10. Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
  11. Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.
  12. Orar pelo 1º congresso de células de nossa paróquia.

 

“TODOS OS SEUS SONHOS PODEM SE TORNAR REALIDADE SE VOCÊ TEM CORAGEM PARA PERSEGUI-LOS”
(Walt Disney)

“OPORTUNIDADES NÃO SURGEM. É VOCÊ QUE AS CRIA”
(Chris Grosser)

“UMA PESSOA DE SUCESSO É AQUELA QUE CRIA UMA PAREDE COM OS TIJOLOS QUE JOGAM NELE”
(David Brinkley)

 

DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL, SUA SEMANA, SUA FAMÍLIA, SUA REDE E SUA CÉLULA

Ser discípulo e missionário de Jesus Cristo | 15 a 20/05/2017

Tema: Ser discípulo e missionário de Jesus Cristo

Salmo: Sl 100 (NTLH)
Leitura: At 2, 42-47       


Ouça o estudo da semana

Já conhecemos, entendemos e queremos que a nossa visão celular aconteça. Além disto sabemos também que, com um plano estratégico, um plano de ação, este querer fica mais organizado e eficiente, e mais ainda é preciso:
1) Amar a minha célula e querer que mais pessoas participem dela.
2) Sonhar, conhecer e querer que esta visão aconteça.
3) Trabalhar, tomar iniciativa para que ela aconteça.

O caminho mais eficiente para se crescer e multiplicar nossas células e fazer a visão acontecer é o caminho do discipulado, do ser missionário; é assumir a segunda parte de nossa visão celular: “Cada membro ser um discípulo e missionário de Jesus Cristo”   

1) Assumir o “ser discípulo”: Como falar de alguém se não o conhecemos e não o seguimos? Embora já estejamos há tempos na Igreja, devemos sempre nos recordar que ser discípulo é:

  1. Amar e obedecer a Cristo Jesus: “Se me amais, guardareis os meus mandamentos” (Jo 14,15)
  2. Permanecer sempre em Cristo Jesus: “Permanecei sempre em mim e eu permanecerei em vós, quem permanece em mim e eu nele, este dá muito fruto” (Jo 15,4-5)
  3. Manter-se unido e amar seus irmãos de célula: “Nisto conhecereis que sois meus discípulos, ´se´ vos amardes uns aos outros” (Jo 13,35). O cartão de visita do cristianismo mais necessário em nossos dias, como sempre foi, é o jeito que eles viviam: “Vejam como eles se amam..., e a cada dia o Senhor ajuntava mais pessoas a caminho da Salvação” (At 2,41-47)

2) Assumir o ser missionário: “Vão e façam com que todos sejam meus discípulos” (Mt 28,20)

O catecismo de nossa Igreja tem uma bela passagem que nos diz: “É do amor de Deus por todos os homens, que a Igreja (e nós) tiramos a obrigação e a força, o impulso de ser missionário: o amor de Deus nos impele (nos impulsiona)” (2Cor 5,14) (CIC- 851).

Aliado ao “ser discípulo e missionário de Jesus Cristo”, é preciso que afastemos de nosso meio algumas “síndromes” (estado mórbido-doentio caracterizado por um conjunto de sinais e sintomas que despertam insegurança e medo), que atrapalham o crescimento de nossas células:

1) Minha célula está boa assim, se entrar mais gente vai atrapalhar nossa convivência e amizade (Síndrome da Transfiguração): Pedro, Tiago e João estavam em uma situação muito confortável. Quem não gostaria de estar com o Senhor naquele momento e sempre? “É bom estarmos aqui Senhor!” (Mt 171-8), a tal ponto de não quererem mais sair dali, estavam “ACOMODADOS”. O remédio para este comodismo é assumir as palavras do Senhor: LEVANTEM-SE! Como que dizendo: vocês não podem ficar aqui, há muito trabalho que fazer lá, no meio do povo.

2) Eu não tenho jeito para falar, para convidar mais pessoas para minha célula (Síndrome de Moisés): “Ah, Senhor, eu não sei falar” (Ex 3,11-12). O remédio para este mal é assumir as palavras do Senhor: “Não tema, eu estarei contigo”. Depois que Moisés assumiu este mandato, se tornou o grande líder que libertou o povo hebreu de 400 anos de escravidão.

(continua na próxima semana)

 

Perguntas:
1) Como estou exercendo o “ser” discípulo e missionário no dia a dia?
2) Eu amo, conheço, sonho e trabalho pela visão celular? 


AVISO:

O PADRE LUIS FERNANDO LANÇOU TRÊS MATERIAIS PARA EVANGELIZAÇÃO, DISPONÍVEIS NA SECRETARIA PAROQUIAL PARA TODOS AQUELES QUE QUEIRAM SER DISCÍPULOS E MISSIONÁRIOS DE SUAS CÉLULAS:
1) FOLDER “EVANGELIZAÇÃO OIKOS”, PARA CONHECER SOBRE O MÉTODO DE EVANGELIZAÇÃO MAIS EFICIENTE;
2) FOLDER “CÉLULAS EM PERGUNTAS E RESPOSTAS”;
3) LIVRETO QUERIGMÁTICO “JESUS ME AMA”.

4º Passo= Evangelização

5º Passo= Entrega (Oração) | 10 minutos

  1. Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  2. Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  3. Orar por todas as pastorais e movimentos;
  4. Pelos encontros de formação de líderes;
  5. Orar pelo padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  6. Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  7. Por todo trabalho de células;
  8. Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  9. Orar pelos aniversariantes do mês;
  10. Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
  11. Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.

 

ALGUNS PENSAMENTOS DO PAPA FRANCISCO:

“SE QUISERMOS SEGUIR CRISTO MAIS DE PERTO, NÃO PODEMOS PROCURAR UMA VIDA
CÔMODA E TRANQUILA. SERÁ UMA VIDA DE EMPENHO, MAS DE CHEIA DE ALEGRIA”.

“DEUS DÁ AS BATALHAS MAIS DIFÍCEIS AOS SEUS MELHORES SOLDADOS”.

“NOSSA VIDA É UM CAMINHO. QUANDO PARAMOS NÃO VAMOS PARA FRENTE”.

“NINGUÉM VENCE SOZINHO, NEM NO CAMPO, NEM NA VIDA”.

 

DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL, SUA SEMANA, SUA FAMILIA, SUA REDE E SUA CÉLULA

Nos caminhos estratégicos para implantar a visão celular” (segunda parte) | 08 a 14/05/2017

Tema: Nos caminhos estratégicos para implantar a visão celular (segunda parte)

Salmo: Sl 37,1-6 (NTLH)
Leitura: Lc 14,28-33        


Ouça o estudo da semana

Em nosso último encontro iniciamos uma partilha sobre estratégias para implantarmos a visão celular. Lembramos que, se quisermos que nossas células cresçam e se multipliquem, inicialmente precisamos:

  1. Amar nossa célula e querer que mais pessoas participem dela;
  2. Conhecer, entender nossa visão celular, sonhar com ela e querer que ela aconteça;
  3. Orar no Espírito e pedir sua unção e força para trazer mais pessoas;
  4. Trabalhar para que isto aconteça.

Para que isto aconteça de maneira mais eficiente (que tenha resultados) e não fique só na boa vontade e desejo, é imprescindível que se trace uma “estratégia” de trabalho. Estratégia é uma palavra de origem grega que significa: plano, método, manobras usadas para se conseguir um objetivo ou um resultado especifico que se queira.

Temos então um objetivo: ver nossa visão celular implantada, ou seja, “em cada casa uma célula”. Se realmente quisermos que ela aconteça é preciso trabalho e trabalho com estratégia, um plano de ação para que isto aconteça. A forma de se atingir a visão celular é aumentando o número de membros de nossa célula. Ela crescendo, se multiplica, e se multiplicando, obviamente aumenta o número de células e assim a visão vai se consolidando.

Existem várias estratégias que poderiam ser aplicadas: a célula evangelizar de porta em porta, divulgar as células na saída das missas, elaborar um plano de multiplicar a sua célula em um ano, entre tantas outras. Porém a melhor estratégia para se conseguir mais pessoas para nossas células é a evangelização OIKÓS, foi assim que a Igreja primitiva cresceu. É a evangelização através dos nossos relacionamentos que, segundo pesquisas consolidadas e sérias, cada um de nós por menos que conversemos e nos relacionemos, por menos conhecidos que sejamos, conhecemos minimamente 20 pessoas. A palavra Oikós originalmente quer dizer “casa”, “família”, “ambiente habitado” ou “toda a família e familiares”, mas podemos entender também como os nossos amigos e amigas, colegas de trabalho, de lazer, vizinhos. Ou seja, os Oikós são todas as pessoas que fazem parte de meus relacionamentos, juntando todos estes grupos, com certeza vamos contar muito mais do que as 20 pessoas que conhecemos minimamente.

O Papa Francisco nos fala na exortação apostólica Evangélli Gaudium sobre esta evangelização Oikós: “Há uma forma de evangelização que nos compete a todos, cada um levar o Evangelho com quem se encontra, tanto aos ´mais íntimos´ como os ´mais desconhecidos´. É a pregação informal que se pode realizar durante uma conversa, e isso sucede espontaneamente em qualquer lugar: na rua, na praça, no trabalho, num caminho” (EG).

Podemos então nos perguntar: Já falei de Jesus e das células para toda minha família e parentes? Com quem trabalho? Com meus vizinhos? Com quem estudo? Nas filas de banco? Nos pontos de ônibus? Dentro do ônibus? Na escola? Na faculdade? Se frequento algum clube, já falei lá? Na caminhada que faço? Nas férias, porque não? No supermercado, fazendo compras? Na feira? Na lanchonete? Na saída da missa? Escolha alguém e fale, porque não? No elevador do seu prédio? No semáforo? Na academia? Em uma festa de aniversário?

Você percebe em quantas situações podemos fazer uso da evangelização Oikós? São os nossos relacionamentos! A cada dia estamos perto de alguém para quem podemos falar de Jesus e de nossa célula. Isto também se chama “EVANGELIZAÇÃO RELACIONAL” e tal qual o nosso personagem do Evangelho de hoje que senta, calcula e planeja como vai construir a sua casa, você também pode fazer isto. Planejar, organizar como e quando vai abordar alguém de sua família, colegas de trabalho, visitas, parentes, ou qualquer outra pessoa de seu relacionamento. É como disse o Papa Francisco: seja alguém que lhe seja “mais próximo ou até os mais desconhecidos”.

“PARA SE CONSEGUIR GRANDES COISAS, É NECESSÁRIO NÃO APENAS PLANEJAR,
MAS TAMBÉM ACREDITAR, NÃO APENAS AGIR, MAS TAMBÉM SONHAR” (Anatole France)

 

Perguntas:
1) O que eu preciso fazer para que minha célula cresça e se multiplique?
2) O que é evangelização Oikós?


AVISO:

1) Parabéns às redes: Casais (encontro Bem-Vindo à Célula), Mista (Retiro “Eis que faço nova todas as coisas”), Juvenil (“Nível Hard II”), Jovem (Retiro “Renovados pelo Espírito”). Deus continue abençoando todas as redes!

4º Passo= Evangelização

5º Passo= Entrega (Oração) | 10 minutos

  1. Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  2. Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  3. Orar por todas as pastorais e movimentos;
  4. Pelos encontros de formação de líderes;
  5. Orar pelo padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  6. Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  7. Por todo trabalho de células;
  8. Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  9. Orar pelos aniversariantes do mês;
  10. Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
  11. Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.

 

“OS GUERREIROS VITORIOSOS VENCEM ANTES DE IR A GUERRA,
AO PASSO QUE OS DERROTADOS VÃO A GUERRA E SÓ ENTÃO PROCURAM A VITÓRIA”
(Sun Tzu)

 

“AS IDÉIAS E STRATÉGIAS SÃO IMPORTANTES,
MAS O VERDADEIRO DESAFIO É A SUA EXECUÇÃO”
(Percy Barnevick)

Pagina 8 de 36

Cada casa, uma célula que cresce e se multiplica; cada membro, um discípulo e missionário de Jesus Cristo.

Missas

| 2ª feira | 7h (Celebração)
| 3ª feira | 7h e 19h30
| 4ª feira | 7h e 19h30 (Setor)
| 5ª feira | 7h, 12h15 e 19h30
| 6ª feira | 7h e 15h15
| sábado | 19h
| domingo | 7h30, 10h, 12h,
17h30 e 19h30

Confissões

| 3ª feira | 17h30
| 4ª feira | 9h30
| 5ª feira | 9h30
| 6ª feira | 9h30
| Sábado | 10h

(chegar com 40 minutos
de antecedência)


Programação de 23 a 29/04/2018

 

(12) 3931-2959

Avenida Cassiopéia, 461
Jardim Satélite, São José dos Campos/SP
12230-011

 

Regiao Pastoral V Banner site