ENSINA-NOS SENHOR, A DEDICAR TEMPO
SILÊNCIO E ATENÇÃO À ESCUTA DA VOSSA PALAVRA

Corpus Christi 2018 banner site

Depois de Ressurreição - O caminho de Emaús, o nosso caminho (1ª parte) | 02 a 08/04/2018

Data: 19 a 25/03/2018

Tema: Depois de Ressurreição - O caminho de Emaús, o nosso caminho (1ª parte)
Salmo: 133 (NTLH)
Leitura: Lc 24,13-35

Ouça o estudo da semana

Cristo Ressuscitou, aleluia!

Após mais de dois mil anos desta certeza e verdade de fé, a cada Páscoa renovamos nossas esperanças para continuarmos a nossa jornada. Mas também não é verdade que por vezes não nos sentimos como aqueles dois discípulos do Senhor a caminho de Emaús? Um pouco desanimados? O evangelista Lucas nos deixou esta passagem para nos comunicar que aquela “conversa” que Jesus teve com seus dois discípulos representa a nossa vida espiritual e nesta mesma conversa nos mostra os caminhos para nos mantermos firmes em nossa fé. O caminho de Emaús é um precioso itinerário de vida espiritual.

1) Seguiam dois a dois: Jesus teve o cuidado de enviar seus discípulos sempre em dupla, nunca sozinhos. Sentido de comunidade, companheirismo, partilha, para quando se sentirem sós, terem em quem se apoiar. Devemos sempre ter alguém em quem possamos confiar quando precisarmos. Caminhar sozinho é se expor aos perigos do caminho sem ter a quem se socorrer quando precisar. Um dos grandes valores da vida em células é o número pequeno de membros por célula, o que facilita mais ainda trilhar o caminho de Emaús.

2) Conversavam entre si e estavam tristes: é muito natural em nossa vida e caminhada espiritual, ficarmos desanimados devido as circunstâncias de certos momentos. Os dois mesmos estavam tristes devido a morte de Jesus que abalou a comunidade cristã. “Mataram o Mestre!”. Quem não ficaria desanimado?! O desânimo é o contrário de animado, que vem de “anima”, alma. Nossa alma pode ficar triste com coisas que acontecem em nossas vidas, seja em casa, no trabalho. E aí está o valor da boa amizade com irmãos (as). Mesmo que talvez não consiga resolver um problema, eu sei que terei na minha célula alguém que “converse” comigo sobre a dificuldade que eu possa estar passando e sei que terei apoio.  

3) Jesus se colocou no meio deles: Embora tenhamos momentos de tristezas por vários motivos, nosso Senhor “sempre está conosco”, mesmo que não o percebamos. Assim como os dois que estavam tão envolvidos em suas angústias não se aperceberam da presença do Senhor. Mas Ele estava ali. Não podia ser diferente, é promessa dele: “Eu estou com vocês ´todos´ os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28,20). Nos acostumamos de forma errônea a pensar que o Senhor está em nosso meio somente naqueles momentos “fortes” de oração, louvor, onde o clima contagiante aquece nossos corações e “sentimos” a Sua presença. Mas tenhamos certeza de que naqueles momentos tristes e de dificuldades em que passamos, Ele está presente da mesma forma em que está em meio aos nossos louvores. Ele sabe de nossas dores e tristezas, pois também sofreu e chorou a morte do amigo Lázaro e estava ao lado de sua família na hora da dor, condoeu-se pela doença da filha do oficial romano.  

4) Jesus tomou a iniciativa de conversar com eles: é sempre Ele quem toma a iniciativa de nos chamar: “o que é que vocês estão conversando?” (Lc24,17). Embora sabendo do conteúdo daquela conversa, Jesus sendo o mestre da sensibilidade, do respeito a nossa liberdade, o maior e melhor psicólogo que já existiu, se aproxima gentil e elegantemente daqueles dois “para acompanhá-los na jornada da vida” que continua depois de Sua partida. E hoje Ele continua a se aproximar de você através da oração, da leitura da Palavra, da Igreja e pelos acontecimentos, nos chama e inicia um diálogo conosco.

5) A palavra de Deus: “e começou a explicar todas as passagens das escrituras que falavam dele...” (Lc 24,27). Na Palavra de Deus está contida toda a história de amor de Deus para conosco, o plano de Salvação que nos livrou do pecado e da morte por Jesus Cristo. Por isto é que diante do desânimo e dúvidas daqueles dois discípulos, nosso Senhor começou a explicar na Palavra o que deveria acontecer com Ele. Nestes nossos tempos, onde se multiplicam as ofertas de toda espécie de propostas de caminhos errados, de falsas doutrinas, do ateísmo, a Palavra de Deus deve ser nossa referência, a fonte de consulta para iluminar nossos passos (Sl 118, 105), deve ser nosso fundamento, nossa segurança na verdade, deve ser ainda fonte para a nossa oração (Léctio Divina).

 

Perguntas

1) Cristo ressuscitou! Ele é vivo para mim?
2) Sinto Jesus caminhando comigo?


AVISOS

Congresso Nacional de Células: nos dias 01 a 03 de junho, a Paróquia Espírito Santo sediará o Congresso Nacional de Células com o tema “Célula: um estilo de vida”. Programe-se desde já para participar desse grande e abençoado evento. Nossa paróquia receberá muitos visitantes, por isso, conforme já realizamos em anos anteriores, solicitamos que se esforcem para acolher os irmãos de outras cidades em suas casas. Para melhor organizar essa acolhida, solicitamos que procurem a Secretaria de Células para informar seu nome, endereço e quantas pessoas poderá acolher. A família que acolher visitantes terá direito a isenção de taxa no congresso.

5 º passo - Entrega (oração) – 10 min

  1. Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  2. Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  3. Orar por todas as pastorais e movimentos;
  4. Pelos encontros de formação de líderes;
  5. Orar pelo padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  6. Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  7. Por todo trabalho de células;
  8. Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  9. Orar pelos aniversariantes do mês;
  10. Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
  11. Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.

 

NÃO DEIXES CRESCER A ERVA NO CAMINHO DA AMIZADE (Platão)

DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL, SUA SEMANA, SUA FAMÍLIA, SUA REDE E SUA CÉLULA

 

Cada casa, uma célula que cresce e se multiplica; cada membro, um discípulo e missionário de Jesus Cristo.

Missas

| 2ª feira | 7h (Celebração)
| 3ª feira | 7h e 19h30
| 4ª feira | 7h e 19h30 (Setor)
| 5ª feira | 7h, 12h15 e 19h30
| 6ª feira | 7h e 15h15
| sábado | 19h (Igreja e CP4)
| domingo | 7h30, 10h, 12h,
17h30 e 19h30

Confissões

| 3ª feira | 17h30
| 4ª feira | 9h30
| 5ª feira | 9h30
| 6ª feira | 9h30
| Sábado | 10h

Programação de 21 a 27/05/2018

 

(12) 3931-2959

Avenida Cassiopéia, 461
Jardim Satélite, São José dos Campos/SP
12230-011

 

Regiao Pastoral V Banner site