ENSINA-NOS SENHOR, A DEDICAR TEMPO
SILÊNCIO E ATENÇÃO À ESCUTA DA VOSSA PALAVRA

Saiba Mais

Mensagem do Dia - 22/10/2018

Na vida, todos somos semeadores. Uns semeiam flores e descobrem belezas e frutos. Outros semeiam espinhos e se ferem nas suas pontas agudas. Ninguém vive sem semear... Felizes são aqueles que, por onde passam, deixam sementes de amor, de bondade, de afeto... Nos momentos que mais pedimos, mais aprendemos, assim conhecemos a força do espírito de Deus em nossa vida. Tenha uma semana para divulgar a verdade, a paz, o amor e a justiça!

Não troque o certo pelo duvidoso | 03 a 09/09/2018

Data: 03 a 09/09/2018

Tema:“Não troque o certo pelo duvidoso”

Salmo: 66, 1-12
Leitura: Gn 25,29-34

Ouça o estudo da semana

Introdução: Há muitas pessoas que perdem a bênção de Deus por não valorizá-la. Esaú, filho de Isaque, é um exemplo disso. Ele era o primeiro filho de seu pai e, como tal, tinha direito a uma bênção especial e a receber porção dobrada da herança. Entretanto, perdeu esse direito e sofreu muitos prejuízos, porque num momento de provação, tomou decisão errada. Vamos ver, por meio de sua história, o que pode nos levar a perder as bênçãos de Deus, trocando o certo pelo duvidoso.

  1. Perdemos a bênção quando o cansaço nos desanima: “Um dia quando Jacó estava cozinhando um ensopado, Esaú chegou do campo, muito cansado” (V-29). O cansaço e o estresse tiram o nosso equilíbrio. Quando estamos esgotados (excesso de trabalho, preocupações, decepções acumuladas), devemos evitar tomar decisões sem ouvir a Deus e a nossos líderes espirituais (líderes de células, padres, coordenadores,). Sob pressão, estamos mais propensos a errar.

  2. Perdemos a bênção quando damos ouvidos a propostas carnais: “Jacó respondeu: Sim, eu deixo; mas só se você passar para mim os seus direitos de filho mais velho” (V-31). Sempre haverá alguém nos fazendo uma proposta ou sugestão que tirará de nós a bênção de Deus. Satanás é o primeiro a tentar nos enganar. Se não guardarmos nosso coração nos princípios da Palavra de Deus acabamos errando o caminho.

  3. Perdemos a benção quando exageramos a dimensão de nossos problemas:Esaú disse: Está bem, estou quase morrendo” (V-32a). Esaú estava passando fome (necessidade) e com vontade de comer (desejo), mas ele deu mais valor a isso do que a sua aliança com Deus. Ao dizer “vou morrer”, ele exagerou o tamanho de sua necessidade e de seu desejo, convencendo sua própria alma de que não podia esperar.

  4. Perdemos a bênção quando nos esquecemos do valor que ela tem: “...que valor têm para mim esses direitos de filho mais velho?” (V-32b). Por meio desta frase, Esaú revelou que não dava valor à bênção de Deus e nem ao próprio Deus. O que ele queria, era ter a sua vontade de comer suprida naquele momento, sem pensar que, no futuro, a bênção lhe faria falta .... Devemos lembrar que aquilo que semeamos hoje, colheremos amanhã!

  5. Perdemos a bênção quando desprezamos as riquezas espirituais: “Aí Jacó lhe de pão e o ensopado. Quando Esaú acabou de comer e de beber, levantou-se e foi embora. Foi assim que ele desprezou os seus direitos de filho mais velho” (V-34). Esaú tinha um prato delicioso diante de si (um elemento natural) e a bênção da primogenitura (uma riqueza espiritual). Ao escolher o natural e desprezar o espiritual, ele, por tabela, desprezou o Senhor e acabou colhendo frutos terríveis desta decisão. Quando precisou da bênção ela não estava mais disponível

Conclusão: A história de Esaú quer nos ensinar a fazermos o caminho inverso dele, que tinha a bênção e a perdeu. A grande bênção que Deus preparou para nós é a nossa salvação eterna a qual nos levará ao céu. Às vezes, trocamos isso por coisas passageiras e ilusórias. Hoje, podemos aprender a valorizar o mais importante: Deus e a sua Salvação. Portanto, renuncie a tudo e entregue sua vida a Jesus e viva para servi-lo. O resto passa!

Observação:
V- 32a: Significa ler somente a primeira parte do versículo.
V-32b: Ler somente a segunda parte deste versículo.

Perguntas:
1) Quais as bênçãos de Deus você considera mais importantes? 
2) Você já caiu no erro de desprezar a bênção ou as bênçãos de Deus?

 


 

5 º passo - Entrega (oração) – 10 min

  1. Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  2. Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  3. Orar por todas as pastorais e movimentos;
  4. Pelos encontros de formação de líderes;
  5. Orar pelo padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  6. Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  7. Por todo trabalho de células;
  8. Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  9. Orar pelos aniversariantes do mês;
  10. Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
  11. Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.
  12. Orar pelo VII Congresso Nacional Católicos em Células (07 a 09/09/2018)

 

“NÃO FIQUEM AFLITOS. CREIAM EM DEUS E CREIAM TAMBÉM EM MIM” (Jo 14,1)

 

“DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL, SUA SEMANA, SUA FAMÍLIA, SUA REDE E SUA CÉLULA”

 

Cada casa, uma célula que cresce e se multiplica; cada membro, um discípulo e missionário de Jesus Cristo.

Missas

2ª feira | 7h (Celebração)
3ª feira | 7h | 19h30
4ª feira | 7h | 15h | 19h30
(Setor 04 - Rua Zacarias da Silva, 33)
5ª feira | 7h | 12h15 | 19h30
6ª feira | 7h | 15h15
Sábado | 19h (Igreja e CP4)
Domingo | 7h30 | 10h | 12h |
17h30 | 19h30

Confissões

3ª feira | 17h30
4ª feira | 9h30
5ª feira | 9h30
6ª feira | 9h30
Sábado | 10h


Programação de 22 a 28/10/2018

(12) 3931-2959


Avenida Cassiopéia, 461
Jardim Satélite, São José dos Campos/SP
12230-011


 Regiao Pastoral V Banner site