ENSINA-NOS SENHOR, A DEDICAR TEMPO
SILÊNCIO E ATENÇÃO À ESCUTA DA VOSSA PALAVRA

Evento Fe e Negocios Banner Site

A bênção dos amigos- 15/09 a 21/09

Data: 15/09 a 21/09

Tema: A bênção dos amigos
Salmo: 132(133)
Leitura:Lucas 16,1-13


Graça e Paz a toda igreja que se reúne nas casas!

    Introdução: O Evangelho de hoje é bastante intrigante, pois Jesus elogia um administrador desonesto: “Eu vos digo: Fazei-vos amigos com a riqueza injusta, para que, no dia em que ela vos faltar, eles vos recebam nos tabernáculos eternos” (versículo 9). Observemos, antes de qualquer coisa, o julgamento severo que Jesus profere sobre a riqueza: é classificada como “injusta”, adquirida por meios desonestos. Esta não é uma condenação dos bens deste mundo, não é um convite para destruí-los, para jogá-los fora, para livrar-se deles como se fosse um objeto impuro. O Senhor ensina o caminho para transformar a riqueza “injusta” em uma riqueza boa.

            O administrador “infiel”, numa determinada altura de sua vida, encontra-se diante de uma alternativa dramática: ainda está em condições de receber um bom dinheiro, mas pode renunciar a este. O administrador não rouba o patrão como parece, mas desiste do seu lucro na transação comercial, pois naquele tempo, cobrava-se ágio. É esperto, muito esperto - reconhece-o também o patrão - e faz uma jogada surpreendente. Enquanto os amigos - que só confiam no dinheiro - talvez tentem induzi-lo a aproveitar-se até o fim de sua posição e assim aumentar a sua conta bancária, ele surpreende a todos: sabe que o dinheiro pode se desvalorizar e então, decide apostar tudo nos amigos.

    

Mensagem:

    É esta a escolha prudente que Jesus aconselha fazer. Ele mesmo nos tranqüiliza: as pessoas que tivermos beneficiadas estarão sempre ao nosso lado e testemunharão a nosso favor quando o dinheiro não tiver mais valor algum. Os homens não são os proprietários, mas administradores, pois nada podem levar consigo.

O que Jesus nos quer explicar é que a única maneira “esperta” de utilizarmos os bens deste mundo é colocando-os a serviço dos outros, para fazer deles nossos amigos na vida eterna. Perguntemo-nos a nós mesmos como é que administramos hoje, os bens do Senhor; como usam, por exemplo, a própria inteligência e as próprias capacidades o comerciante, o médico, o enfermeiro, o político, professor; cristãos: para acumularem bens para si mesmo ou para fazerem amigos? Como administram o seu tempo o pai e a mãe de família; a favor de seus filhos e cônjuges, não roubando deles a atenção que precisam e merecem? Como utilizam as capacidades, tempo e bens os cristãos em favor de sua comunidade cristã? Sobra tempo para participarem de uma célula, onde se pode fazer verdadeiros amigos?    

    Conclusão: Jesus conclui o seu ensinamento afirmando que “ninguém pode servir a dois senhores... não podeis servir a Deus e ao dinheiro” (versículo 13).

    Nós gostaríamos de agradar aos dois senhores: daríamos ao primeiro o domingo e ao outro, os demais dias da semana; mas não é possível, pois eles dão ordens contraditórias: um sugere: partilhar os teus bens, reúna-se em pequenas comunidades, ajuda os irmãos...; o outro, ao contrário, repete: pensa nos teus interesses, preocupa-te em ganhar quanto mais puderes, em acumular fortunas, guarda tudo para ti, trabalha bastante para que tua família tenha tudo do bom e do melhor, mas não “perca tempo” com eles, vá à missa aos domingos e pronto, mas nada de compromisso com Deus e a Igreja. Participe de uma célula e de uma pastoral, mas seja mero expectador... É impossível obedecer aos dois!

Perguntas

1- Como você administra os bens (dinheiro, tempo, talentos) que Deus lhe confiou ?

2-Você tem adquirido verdadeiros amigos por meio das células?

 

 

 

  5 º passo - Entrega (oração) – 10 min

  • Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  • Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  • Orar por todas as pastorais e movimentos;
  • Pelos encontros de formação de líderes;
  • Orar pelo Padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  • Orar pelos vigários, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  • Orar pelo Papa Francisco e pelo nosso administrador diocesano;
  • Por todo trabalho de células;
  • Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  • Orar pelos aniversariantes do mês;
  • Pelo estabelecimento do escritório “Católicos em células”, em Campo Grande - MS, para dar suporte às paróquias que querem implantar células. Por todas as paróquias e comunidades que estão em processo de transição para implantação das células.
  • Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

            Avisos

             - Informamos a todas as células que o Diácono Mauro realiza Plantão de Atendimento e Oração para as células, todas as segundas-feiras, às 19h30, na Capela do Santíssimo.

             - Adoração Eucarística das Células:

            Neste mês estamos retornando com nossa Adoração Celular, que acontece sempre no terceiro sábado de cada mês. A Adoração Eucarística é um momento de profunda intimidade com Deus e uma oportunidade para as células elevarem suas orações a Deus. Cada Rede de Celular ficará responsável por um período de duas horas de Adoração ao Santíssimo Sacramento. Confira o horário de sua Rede:

            Das 8h às 10h – Rede de Casais;

            Das 10h às 12h – Rede de Mulheres;

            Das 12h às 14h – Rede Juvenil;

            Das 14h às 16h – Rede Kids e Infantil;

            Das 16h às 18h – Rede Mista;

            Das 18h às 20h – Rede Jovem.

           

 

 

Como chegar onde Deus quer- 29/09 a 05/10

Data: 29/09 a 05/10

Tema: Como chegar onde Deus quer?
Salmo: Lucas 1,68-79 (Benedictus)
Leitura:Salmo 119 (118) 25-40


Graça e Paz a toda igreja que se reúne nas casas!

   

Introdução:O Salmo 118 nos faz o convite para entregarmos nosso caminho a Deus e trilharmos os seus caminhos. Para isso precisamos:

1 – Permitir a Deus mudar o nosso caminho“Não me deixes segui o caminho errado; com a tua bondade, ensina-me a tua lei” (versículo 29).

            Deus é educado, Ele espera nossa permissão para agir em nossa vida, porém é preciso deixar que Deus nos conduza por onde Ele quiser. O caminho do coração, das emoções e às vezes até da razão é perigoso, escuro e incerto. “Há caminhos que parecem certos, mas podem acabar levando para a morte.” (Provérbios 14,12)

            O convite de Deus a todos nós é que cheguemos onde Ele quer, para que Ele possa revelar grandes coisas a nós, para isso, precisamos confiar a Ele tudo o que diz respeito a nossa vida. “Ponha sua vida nas mãos do Senhor, confie nele, e ele o ajudará” (Salmo 36,5).

2- Permitir que Deus nos ensine a andar nos seus caminhos“Ó Senhor Deus, ensina-me a entender as tuas leis, e eu sempre as seguirei.” (versículo 33).

Nós necessitamos ser ensinados por Deus. Através da sua Palavra, pois ser ensinável é uma das características do discípulo de Jesus. E Deus em sua bondade nos ensina o seu caminho. Uma vez que estamos sendo ensinados por Deus, precisamos andar nos seus caminhos, pois estamos em uma caminhada. Uma coisa é eu saber o caminho que me leva ao Rio de Janeiro, outra coisa é eu entrar por este caminho e chegar lá. A Palavra de Deus nos ensina o caminho da vida. A Palavra de Deus é a verdade, mas cuidado, pois Satanás vai tentar nos enganar através de falsas doutrinas, e nos desviará para caminhos que conduzem ao precipício (Veja II Timóteo 4,3-4).

3- Desviar-se do mal para perseverar nos caminhos do Senhor.

            “Não me deixes ficar pensando em coisas sem valor; sê bondoso para comigo, como prometeste” (versículo 37).

            Quem quiser perseverar nos caminhos de Deus deve travar uma luta contra o mal: “Porque na luta contra o pecado vocês ainda não tiveram de combater até a morte” (Hebreus 12, 4)

            É preciso lutar, fugindo das ocasiões do pecado:

 

                        - da aparência do mal – I Tessalonicenses 5,22;

 

                        - da prostituição – I Coríntios 6,18;

 

                        - da idolatria (apego aos bens e pessoas) I Coríntios 10,14;

 

                        - do amor ao dinheiro I Timóteo 6,9-11.

 

            Não devemos permitir que o pecado por menor que pareça ser, mortal ou venial, se estabeleça em nossa vida sem ser combatido, pois ele nos tomará escravos. “Eu afirmo a vocês que isto é verdade: quem peca é escravo do pecado” (João 8,34).

 

            Conclusão: Deus quer que você voe alto, que seja grande, que seja cabeça e não cauda, que você seja um líder de verdade, alguém que possa fazer a diferença neste mundo e que não seja apenas mais um. Permita que Ele mude os seus passos e Ele te ensinará a chegar onde Ele quer.

PERGUNTAS

        1. Você tem certeza que está onde Deus quer?

2. Se você ainda não está, o que está faltando?

 

 

 

  5 º passo - Entrega (oração) – 10 min

  • Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  • Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  • Orar por todas as pastorais e movimentos;
  • Pelos encontros de formação de líderes;
  • Orar pelo Padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  • Orar pelos vigários, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  • Orar pelo Papa Francisco e pelo nosso administrador diocesano;
  • Por todo trabalho de células;
  • Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  • Orar pelos aniversariantes do mês;
  • Pelo estabelecimento do escritório “Católicos em células”, em Campo Grande - MS, para dar suporte às paróquias que querem implantar células. Por todas as paróquias e comunidades que estão em processo de transição para implantação das células.
  • Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

            Avisos

             - Informamos a todas as células que o Diácono Mauro realiza Plantão de Atendimento e Oração para as células, todas as segundas-feiras, às 19h30, na Capela do Santíssimo.

           

- Vem aí a Semana de Avivamento Celular. De 13 a 19 de outubro, às 19h30, na Igreja. Neste ano contaremos com a presença do Padre Silvio, todos os dias conosco. Será um tempo especial, onde todos poderão participar. É um evento aberto a toda comunidade, portanto, convide seus amigos para estarem conosco nestes dias!

            - No dia 19 de outubro, teremos a nossa tradicional FESTA DAS TENDAS! Neste dia, onde celebramos as bênçãos de Deus nas nossas células iremos fazer a nossa tradicional celebração, iniciando com a Santa Missa, às 19h30, e logo em seguida teremos a Festa no Pátio da Igreja. Para quer possamos tornar a festa um momento marcante e de partilha, pedimos que cada membro de célula colabore com a doação de um prato de salgado e um refrigerante.

           

 

 

Quem dizeis que eu sou- 08/09 a 14/09

Data: 08/09 a 14/09

Tema: Quem dizeis que eu sou
Salmo: 112(113)
Leitura:Mt 16,13-19


Introdução: Também nós hoje, como os apóstolos há dois mil anos, ouvimos falar frequentemente de Jesus e as opiniões que recolhemos não são muito diferentes daquelas que nos são referidas no Evangelho. Também, atualmente, as pessoas O consideram um homem excepcional, um grande mestre da vida moral, um guia espiritual fabuloso (guru). Com Ele (todos reconhecem) teve início a transformação mais profunda que já ocorreu na história da humanidade.

É suficiente essa admiração pelo “personagem Jesus” para sermos considerados seus discípulos, para sermos cristãos? Não. Professar que Ele é o Messias quer dizer estar convencido de que como Ele, não existiu e não existirá mais ninguém. Os profetas foram só grandes homens, não foram salvadores da humanidade; João Batista preparou a vinda do Messias, mas João Batista não era o salvador esperado. Jesus é o único Salvador.

Cada povo venera seus heróis, recorda os homens generosos que praticaram gestos extraordinários, que se sacrificaram pelos outros, que fizeram descobertas úteis para a humanidade, que ajudaram a construir a paz na sua pátria e no mundo. Jesus é um desses? É somente um homem sábio, inteligente, generoso, mas apenas um homem? Para a pessoa que crê, Jesus é muito mais; Ele “é o Cristo, o filho do Deus vivo”.

        

Se em nossos dias Jesus nos perguntasse: “Quem sou eu para você”? Certamente responderíamos com as palavras de Pedro, pois olharíamos para Ele com satisfação, como fazem os alunos que estão convencidos de ter superado, com sucesso, a prova do exame. Mas Ele, provavelmente, insistiria: isto não é o que você pensa, é o que você ouviu os outros dizerem, os padres , as irmãs, os catequistas, os líderes de células, mas, para você pessoalmente: Quem sou eu? Que influência eu tenho na sua vida? Quais as mudanças que a fé em mim operou na sua vida?

A única maneira de saber verdadeiramente quem é Jesus, é tendo uma “experiência” com Ele. Você só pode dizer como é a laranja, se experimentar o sabor da laranja. Quando isso acontece, podemos descrever bem a laranja, não por ouvir falar, mas por saber como ela é em seu sabor. Quando “experimentamos” Jesus, podemos dizer quem Ele é para nós. Peça a Jesus que o (a) faça experimentar e assim, falar Dele com propriedade.  

Perguntas

           1- Qual sua opinião a respeito de Jesus?

           2- Você já “experimentou” Jesus? Como foi?

 

  5 º passo - Entrega (oração) – 10 min

  • Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  • Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  • Orar por todas as pastorais e movimentos;
  • Pelos encontros de formação de líderes;
  • Orar pelo Padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  • Orar pelos vigários, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  • Orar pelo Papa Francisco e pelo nosso administrador diocesano;
  • Por todo trabalho de células;
  • Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  • Orar pelos aniversariantes do mês;
  • Pelo estabelecimento do escritório “Católicos em células”, em Campo Grande - MS, para dar suporte às paróquias que querem implantar células. Por todas as paróquias e comunidades que estão em processo de transição para implantação das células.
  • Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

            Avisos

             - Informamos a todas as células que o Diácono Mauro realiza Plantão de Atendimento e Oração para as células, todas as segundas-feiras, às 19h30, na Capela do Santíssimo.

           

 

 

Um Deus que ama e corrige- 01/09 a 07/09

Data: 01/09 a 07/09

Tema: Um Deus que ama e corrige
Salmo: 46(47)
Leitura:Hebreus 12,5-13


Introdução: A Carta aos Hebreus foi destinada aos cristãos que eram oprimidos por muitas provações, das quais não entendiam nem o motivo e nem o sentido. Como eles, também nós muitas vezes nos perguntamos: porque, embora tenhamos praticado o bem somos atingidos por tantas angustias? Por que aquele que é trapaceiro, é bem sucedido e tem sorte? A lição de hoje para as células procura encontrar ema explicação para estes fatos e se serve de um exemplo tirado da vida familiar.

Mensagem: Se um professor tem entre seus alunos também o próprio filho, não faz distinções: quer que todos se esforcem e assimilem as suas explicações. Se observa que alguém é preguiçoso e distraído, seja quem for, chama a sua atenção com freqüência. Entretanto, se é o seu próprio filho que não se comporta bem, as suas repreensões são mais severas. É mais rígido com o seu filho. Exige que se esforce, corrige-o, faz-lhe ameaças, recorre até a métodos mais duros, quando necessários. Eis – diz-nos o trecho de hoje – por que Deus nos submete a tantas provas. Para nos corrigir e aperfeiçoar-nos. “O Senhor corrige a quem ama, e castiga todo aquele que reconhece por seu filho. Estais sendo provados para a vossa correção. É Deus quem vos trata como filhos. Ora, qual é o filho a quem seu pai não corrige?” (versículos 6-7). A correção de Deus é a prova que Ele se interessa por nós, quer o nosso bem e não nos considera estranhos, mas filhos. “Mas se permanecêsseis sem a correção que é comum a todos, seríeis ilegítimos e não filhos legítimos” (versículo 8).

É evidente que, no momento da repreensão, do castigo e da “bronca” as crianças e os jovens não ficam satisfeitos com a severidade do pai, mas quando crescerem, ser-lhe-ão gratos pela educação que receberam. “É verdade que toda correção parece, de momento, antes motivo de tristeza que de alegria. Mais tarde, porém, traz aos que por ela se exercitaram o melhor resultado de justiça e de paz”. (versículo 11).

        

Agora , nós pensamos que as desgraças e sofrimentos são enviados por Deus. Ele só que o nosso bem e a nossa felicidade. As doenças e aflições não procedem de Deus, mas das circunstâncias da vida e, às vezes, da maldade dos homens; outras vezes, da ação do maligno ( veja Jó 1,6-22;2,1-10). O que a leitura quer nos ensinar é que Deus se serve também dos acontecimentos dolorosos, que se abatam sobre nós, para ajudar-nos a crescer na vida espiritual; para induzir-nos a sermos mais generosos, mais sensíveis, menos voltados para o nosso egoísmo.

    Conclusão: Só podemos entender a correção do Senhor, se entendermos o seu amor. Ele deseja que sejamos adultos na fé e que tenhamos um caráter santo de Jesus. Você está passando por alguma provação? Entregue-a a Deus, procure descobrir o que Deus quer falar e fazer através dela e confie que tudo concorrerá para o seu bem, pois Deus é pai e cuida de nós com carinho     

Perguntas

1-              Você está passando por alguma provação no momento?

       2-       Consegue ver a mão de Deus nisso? Já tirou algum ensinamento das dificuldades?

 

  5 º passo - Entrega (oração) – 10 min

  • Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  • Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  • Orar por todas as pastorais e movimentos;
  • Pelos encontros de formação de líderes;
  • Orar pelo Padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  • Orar pelos vigários, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  • Orar pelo Papa Francisco e pelo nosso administrador diocesano;
  • Por todo trabalho de células;
  • Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  • Orar pelos aniversariantes do mês;
  • Pelo estabelecimento do escritório “Católicos em células”, em Campo Grande - MS, para dar suporte às paróquias que querem implantar células. Por todas as paróquias e comunidades que estão em processo de transição para implantação das células.
  • Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

            Avisos

             - Informamos a todas as células que o Diácono Mauro realiza Plantão de Atendimento e Oração para as células, todas as segundas-feiras, às 19h30, na Capela do Santíssimo.

           

 

 

O Espírito Santo e a Palavra- 25/08 a 31/08

Data: 25/08 a 31/08

Tema: O Espírito Santo e a Palavra
Salmo: 127(128)
Leitura:Jo 14,23-29


Deus nos ama, isto é certo. Mas, será que nós O amamos? Amar a Deus não significa nutrir por ele um sentimento de afeição, mas guardar a Sua Palavra: “Se alguém me ama, guardará a minha palavra...” (versículo 23). Guardar a Palavra de Cristo, significa ouvi-la e obedecê-la. Quando alguém segue a Palavra de Deus revela que crê e confia Nele. Para guardar a Palavra é preciso, em primeiro lugar, ter disposição para isso e, depois, a ajuda do Espírito Santo que “ensina” e “recorda” os ensinamentos de Jesus. O que significa ensinar? Será que Jesus já não ensinou tudo o que era preciso ensinar? Naturalmente que sim, porém, é preciso saber como aplicar a Palavra à nossa vida cotidiana. Exemplos: Como um casal cristão pode viver o seu matrimônio? Diante da violência reinante nos dias de hoje, não é certo querer a pena de morte? O que diz a Palavra de Deus? A respeito do matrimônio Jesus diz e o Espírito Santo nos ajuda a aplicar à vida: “Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a sua vida por seus amigos.” (João 15,12). O casal cristão, segundo o ensinamento de Cristo não deve buscar seus próprios interesses, mas, o interesse do cônjuge, procurando fazê-lo feliz. A respeito da pena de morte Jesus diz: “Porque se perdoardes aos homens as suas ofensas, vosso Pai celeste também vos perdoará. Mas, se não perdoardes aos homens, tampouco vosso Pai vos perdoará.” (Mateus 6,14-15). Este texto nos ensina também a perdoar sempre. Mas, apesar de sabemos disso o Espírito Santo precisa nos ensinar interiormente como e quando fazê-lo. Quando ouvimos a voz do Espírito Santo, ele nos orienta e conduz. Jesus também falou que o Espírito nos recordará tudo o que ele nos disse (versículo 26). Recordar é fazer lembrar algo, quando estamos esquecendo. Muitas vezes, sabemos o que diz a Palavra de Deus, mas diante de outras opiniões e atitudes, ficamos confusos a respeito do que é certo ou errado. O Espírito Santo nos conduz à verdade de Cristo: “Quando vier o Paráclito, o Espírito da Verdade, ensinar-vos-á toda a verdade, porque não falará por si mesmo, mas dirá o que ouvir, e anunciar-vos-á as coisas que virão.” (João 16,13).

        

Veja bem, o Espírito conduz à verdade de Jesus e não a “verdade” da maioria, da sociedade, dos políticos, dos “sábios” da televisão e revistas. Hoje se fala: “o aborto é uma questão de saúde”, “a mulher é dona de seu próprio corpo”. Mas, quem ouve o Espírito Santo é levado a recordar as palavras de Jesus: “Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância.” (João 10,10), ou até mesmo as palavras de Deus no Antigo Testamento: “Não matarás.” (Êxodo 20,13). O Espírito Santo nos guia em grandes questões e também nas coisas corriqueiras de nossa vida. É preciso, porém, ter um contato diário e contínuo com a Palavra de Deus, para que o Espírito Santo, através dela nos ensine e recorde, pois Ele não pode me ajudar, se eu não conhecer a Palavra de Deus, pois Ele torna viva para nós as palavras de Jesus.

Perguntas

1- Você tem o hábito de ler a Bíblia diariamente?

2- Alguma vez você foi ensinado(a) ou recordado a respeito da Palavra de Deus, em alguma situação da sua vida?

 

 

 5 º passo - Entrega (oração) – 10 min

  • Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  • Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  • Orar por todas as pastorais e movimentos;
  • Pelos encontros de formação de líderes;
  • Orar pelo Padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  • Orar pelos vigários, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  • Orar pelo Papa Francisco e pelo nosso administrador diocesano;
  • Por todo trabalho de células;
  • Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  • Orar pelos aniversariantes do mês;
  • Pelo estabelecimento do escritório “Católicos em células”, em Campo Grande - MS, para dar suporte às paróquias que querem implantar células. Por todas as paróquias e comunidades que estão em processo de transição para implantação das células.
  • Pai Nosso, Ave Maria, Glória.

            Avisos

             - Informamos a todas as células que o Diácono Mauro realiza Plantão de Atendimento e Oração para as células, todas as segundas-feiras, às 19h30, na Capela do Santíssimo.

             - A Rede Mista convida todos os seus membros para a Grande Célula, no dia 25 de agosto, às 19h30, na Igreja. Reúna sua célula e venha louvar o Senhor.

            - Estão abertas as inscrições para o Retiro Envia-me que acontecerá nos dias 06 e 07 de setembro, na Casa de Retiros Betsaida. Este encontro engloba os módulos 3 e 4 da Escada do Crescimento. Podem inscrever-se neste retiro todos os membros de células que fizeram o Retiro Vida Nova. Os interessados devem preencher a ficha com o líder de sua célula. O investimento é de R$ 35,00 por pessoa.

 

 

Pagina 27 de 33

Cada casa, uma célula que cresce e se multiplica; cada membro, um discípulo e missionário de Jesus Cristo.

Missas

2ª feira: 7h (Celebração)
3ª feira: 7h e 19h30
4ª feira: 7h e 19h30 (Setor)
5ª feira: 7h, 12h15 e 19h30
6ª feira: 7h e 15h 
Sábado: 17h (Primeira Eucaristia) 19hB (Igreja e CP4)
Domingo: 7h30, 10h, 12h, 17h30
e 19h30

Programação válida de 20/10 a 26/11

Confissões

Essa semana somente para crianças que vão fazer a primeira eucaristia

3ª feira: 17h30 e 19h30
4ª feira: 17h e 19h30
5ª feira: 9h30 e 11h
6ª feira: 17h e 19h
Sábado: 10h 

Chegar com 40 minutos de antecedência

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(12) 3931-2959

Avenida Cassiopéia, 461
Jardim Satélite, São José dos Campos/SP
12230-011

 

Regiao Pastoral V Banner site