ENSINA-NOS SENHOR, A DEDICAR TEMPO
SILÊNCIO E ATENÇÃO À ESCUTA DA VOSSA PALAVRA

O rico e profundo mundo das células (Cont.) | 12 a 18-02 -2018

Tema: O rico e profundo mundo das células (Cont.)

Salmo: 133 (NTLH)
Leitura: At 2, 42-47


Semana passada conversamos sobre três das grandes riquezas do mundo celular (“Gênese, início, dinâmica”, “Fundamentação na palavra” e “Estrutura funcional via 5Es”. Hoje vamos conversar sobre a principal riqueza de nossas células, a sua ALMA e IDENTIDADE.

ALMA vem da palavra “anima”, que significa sopro, vida. Nós temos alma espiritual, somos seres espirituais. Evidentemente que, é o Espirito Santo que é alma da Igreja, que a vivifica e a tudo o que acontece nela. Quando falamos de alma da célula queremos nos referir ao seu núcleo central em torno do qual gira tudo o que mais possa acontecer em uma célula e nas programações de cada rede e por mais que cada rede tenha a sua ótima programação, não devemos esquecer que tudo deve girar em torno a este núcleo que deve ser comum a todas as redes, e este núcleo central, esta “alma” encontramos na vida dos primeiros cristãos: At 2,42-47

- Seguiam a doutrina dos Apóstolos
- Viviam o amor cristão
- Viviam unidos
- Ajudavam uns aos outros, de acordo com a necessidade de cada um (Repartiam o pão)
- Oração (No templo e nas casas)
- Frequentavam o templo e partiam o pão nas casas (Eucaristia)

Foram estes elementos vividos pela primeira comunidade cristã que fizeram com que mais pessoas “SE SIMPATIZASSEM” pelos membros daquelas primeiras células e se interessassem também em serem cristãos: “Louvavam a Deus por tudo e cativavam a simpatia de todo o povo, e o Senhor lhes ajuntavam outros a caminho da salvação”. (At 2,47)

Esta era a maneira que eles viviam a fé cristã, professavam a fé sim e se alimentavam da Eucaristia, mas esta fé e o alimento Eucarístico se transformavam em “VIDA VIVIDA” (Amor, perdão, partilha dos bens ou atendimento as necessidades uns dos outros), assim eram as primeiras células. Os tempos mudaram, mas o princípio permanece o mesmo.

 IDENTIDADE:  É Por definição o que nos identifica, quem somos, um conjunto de características que identificam uma pessoa como seu nome, data de nascimento, sexo, impressão digital. Assim por exemplo, quando vamos a um consultório médico a recepcionista nos pede a nossa identidade para “conferir se somos quem dizemos quem somos”. Assim também o que identifica os membros de uma célula, o que nos torna conhecidos como membros de uma célula será a maneira que vivenciamos entre nós estes elementos da alma de uma célula. Reforçamos que os membros das primeiras células eram notados pela maneira que viviam entre si e foi por isto que os de fora se sentiram atraídos para também serem membros de uma célula:
- Louvavam a Deus e CATIVAVAM A SIMPATIA DO POVO (At 2,47)
- E o Senhor acrescentava outros para o caminho da salvação (At 2,47)

- Então o nosso “documento” de apresentação, nossa identidade a ser mostrada aos de fora das células será a ALMA DA CÉLULA VIVIDA, PRATICADA. Daí a importância de irmos nos “IDENTIFICANDO, NOS PARECENDO com aquele jeito de viver dos membros daquelas primeiras células apostólicas.
- A maneira mais eficaz e eficiente de se evangelizar é a maneira de como os membros de uma célula vivem nesta COMUNIDADE. Foi olhando o jeito de como os membros das primeiras células viviam que os de fora diziam: “Vejam como eles se amam”. (Cont.)

(continua...)

Perguntas:

1) Como posso viver os elementos da alma da célula em minha célula?
2) Como eu posso ajudar para que alma e identidade da célula aconteça em minha célula?


4º Passo= Evangelização

AVISOS: As inscrições para a NOVA ESCOLA DE FORMAÇÃO PERMANENTE (ECEFP) estarão disponíveis na secretaria paroquial a partir do dia 14, quarta feira e não dia 12 conforme aviso passado, pelo motivo de que neste dia 12 a secretaria estará fechada.

5º Passo= Entrega (Oração) | 10 minutos

1- Orar uns pelos outros (após breve partilha);
2- Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
3- Orar por todas as pastorais e movimentos;
4- Pelos encontros de formação de líderes;
5- Orar pelo padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
6- Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
7- Por todo trabalho de células;
8- Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
9- Orar pelos aniversariantes do mês;
10- Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
11- Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.


“UNIDOS VENCEREMOS, DIVIDIDOS CAIREMOS”. ( Esopo- fabulista grego)

 

  DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL, FAMILIAR, PROFISSIONAL E SUA CÉLULA!

 

Cada casa, uma célula que cresce e se multiplica; cada membro, um discípulo e missionário de Jesus Cristo.

Missas

| 3ª feira | 19h30
| 4ª feira | 10h e 19h30
| 5ª feira | 7h, 12h15 e 19h30
| 6ª feira | 7h e 15h
| sábado | 19h (Igreja e CP4)
| domingo | 7h30, 10h, 12h,
17h30 e 19h30

Confissões

| 5ª feira | 9h30
| 6ª feira | 9h30
| Sábado | 10h

(chegar com 40 minutos
de antecedência)

Programação de 12 a 18/02/2018

(12) 3931-2959

Avenida Cassiopéia, 461
Jardim Satélite, São José dos Campos/SP
12230-011

 

Regiao Pastoral V Banner site