ENSINA-NOS SENHOR, A DEDICAR TEMPO
SILÊNCIO E ATENÇÃO À ESCUTA DA VOSSA PALAVRA

Alegria do reencontro | 30/01 a 05/02/2017

Tema: Alegria do reencontro

Salmo: Sl 133 (NTLH)
Leitura: 1Tes 2,17


Pode ser que você já tenha passado pela experiência de ter alguém de sua casa, parente próximo, amigo ou amiga que por um motivo de trabalho, estudos, teve que que se ausentar para um outro estado ou país diferente e ficou muito tempo fora. Verdade é que com o avanço da tecnologia da comunicação, as distâncias geográficas são superadas pelas redes sociais e tantas outras formas de aproximação das pessoas. Mesmo assim, nada substitui a distância física, ainda que você se comunique verbal e visualmente através das diversas tecnologias. Nada substitui o abraço forte e apertado para “matar” a saudade, o olhar no olho da pessoa querida, saber que ela (ele) voltou. Nada substitui as conversas a dois ou em grupo para saber como foi este tempo de ausência: O que se aprendeu? Como e onde você esteve? Você que ficou, como está? O que você fez durante a minha ausência?

A Palavra de Deus, que é a história de seu povo em caminho, é tal qual nossa história, recheada de alegrias e tristezas, de idas e vindas, de partidas e chegadas e de reencontros, marcados por profundas alegrias. Assim José, que foi vendido pelos próprios irmãos e que acabou se tornando o primeiro homem mais importante no Egito, depois do faraó (Gn 37-50), foi se reencontrar com seus irmãos depois de mais de 20 anos e a alegria de ver novamente seus irmãos superou todo o passado e a covardia de ter sido vendido por eles por ciúme. Ao se revelar a seus irmãos , José chorou tão alto que se pode ouvir em toda a casa do faraó e todos seus irmãos também choraram copiosamente (Gn 45,2). Iniciou-se então aquele esperado momento de “colocar a conversa em dia” e José começou por perguntar se o pai ainda vivia, culminando com o belíssimo e emocionante “reencontro” dele com seu pai (Gn 46,28-30). Ainda poderíamos lembrar de Neemias com os Israelitas que retornaram a Jerusalém depois de 70 anos, festejaram e se alegraram por estarem de volta (Ne 8,1-12) e nosso Senhor que através da parábola do filho pródigo mostra a alegria do reencontro do Pai (figura ilustrativa de Deus) que espera diuturnamente reencontrar-se com seu filho (nós).

Ficamos sem nos reunir em células durante cerca de um mês, e por sermos uma “família” a caminho e no aprendizado de comunidade celular, já podemos dizer que somos como um corpo, que nos pertencemos uns aos outros. Temos laços que nos unem, laços de amizades, de nos pertencermos e que este tempo distante certamente gerou um sentimento de saudade, de falta de nosso encontro celular semanal, dos amigos e amigas da célula. Assim como Paulo que sentiu saudades de seus irmãos lá da cidade de Corinto, distante de Tessalônica cerca de 570 Km.

A alegria do reencontro em nossas células deve ser um forte elo de uma corrente inquebrável, liga que nos une tal qual massa entre os tijolos em uma construção fortificada. Daí que neste dia, a exemplo José que se emociona às lágrimas por reencontrar-se com sua família, Neemias que festeja o retorno para sua terra, o pai que se lança nos braços de seu filho pela alegria de tê-lo de volta, também para nós, este reencontro deve ser motivo de festa, alegria, matar saudades e partilharmos o como é bom irmãos viverem juntos.

“Como se comportar com os amigos? Como gostaríamos que se comportassem conosco” (Aristóteles)

Perguntas:
1) Como passei este período sem minha célula?
2) Como me sinto de volta a minha célula?


 

4º Passo= Evangelização

 

5º Passo= Entrega (Oração) | 10 minutos

  1. Orar uns pelos outros (após breve partilha);
  2. Orar pelas células, áreas e redes, líderes, supervisores e coordenadores;
  3. Orar por todas as pastorais e movimentos;
  4. Pelos encontros de formação de líderes;
  5. Orar pelo padre Luis Fernando, para que tenha sabedoria, discernimento e revelação para o pastoreio da visão celular e da paróquia;
  6. Orar pelo vigário, diáconos, por toda a liderança paroquial e funcionários;
  7. Por todo trabalho de células;
  8. Orar pelas células que ainda não se multiplicaram este ano;
  9. Orar pelos aniversariantes do mês;
  10. Orar pela nossa escola de formação permanente (ECEFP)
  11. Orar pelo nosso Bispo Dom Cesar.

 

DEUS ABENÇOE SUA VIDA PESSOAL E PROFISSIONAL, SUA SEMANA, SUA FAMÍLIA, SUA REDE E SUA CÉLULA.

Cada casa, uma célula que cresce e se multiplica; cada membro, um discípulo e missionário de Jesus Cristo.

Missas

2ª feira: 7h (Celebração) 
3ª feira: 7h e 19h30
4ª feira: 7h e 19h30 (Setor)
5ª feira: 7h, 12h15 e 19h30AB
6ª feira: 7h, 15hAB 
Sábado: 19hB (Igreja e CP4)
Domingo: 7h30, 10hB, 12hB, 17h30
e 19h30B

Programação válida de 18/09 a 24/09

Confissões

3ª feira: 17h30
4ª feira: 9h30
5ª feira: 9h30
6ª feira: 9h30
Sábado: 10h 

Chegar com 40 minutos de antecedência

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(12) 3931-2959

Avenida Cassiopéia, 461
Jardim Satélite, São José dos Campos/SP
12230-011

 

Regiao Pastoral V Banner site